Saltar para o conteúdo

ProCultura

Logótipo Procultura

Um projeto da União Europeia para os PALOP e Timor-Leste

Subvenções DIVERSIDADE

14 de Novembro de 2022 (atualizado a: 2 de Dezembro de 2022)

Estão abertas candidaturas ao DIVERSIDADE na Guiné-Bissau, de 1 a 31 de dezembro. Poderão candidatar-se pessoas singulares, entidades públicas, empresas e associações, para subvenções até 10.000 EUR.

EN | FR

Notícias

Ver todas as Notícias

Oportunidades

Ver todas as Oportunidades

Subvenções DIVERSIDADE

14 de Novembro de 2022 (atualizado a: 2 de Dezembro de 2022)

Estão abertas candidaturas ao DIVERSIDADE na Guiné-Bissau, de 1 a 31 de dezembro. Poderão candidatar-se pessoas singulares, entidades públicas, empresas e associações, para subvenções até 10.000 EUR.

EN | FR

Resultados

Ver todos os Resultados

ABOTCHA, Polo de Criação Artística Contemporânea

6 de Outubro de 2022

“A sabedoria é como um campo: deve ser lavrado, semeado e cuidado, para poder ser colhido (provérbio mandinga). Vai sozinho, se quiseres ir rápido; vai em grupo, se quiseres ir longe (provérbio fula). Estas frases dizem-nos que o futuro é kriol, é um comungar diferentes passados no mesmo presente.”

EN | FR

CACAU, Laboratório de Criação

24 de Junho de 2022

“Como continuar a sonhar com a velha ideia de mudar São Tomé e Príncipe? De transformar este antigo entreposto de escravos em um entreposto natural e cultural para um desenvolvimento sustentável?”
João Carlos Silva, RoçaMundo

EN | FR

TRI*PÉ, Três Ilhas, Três Artes

24 de Junho de 2022

“Num país construído de tantas riquezas culturais, mas caracterizado por tantas carências materiais, é um privilégio raro tentar, e conseguir, transformar e preencher vidas através de algo que não podemos tocar, mas que a nós nos toca indelevelmente como as artes performativas.”
Jeff Hessney, Produtor na Raiz di Polon

EN | FR

VASIKATE, Trilhas Afro-Atlânticas

24 de Junho de 2022

“Vasikate é uma palavra da cultura Chopi que significa mulher. A escolha do termo localiza geográfica e culturalmente Moçambique como ponto central das trilhas musicais que serão criadas pelo projeto. Como o próprio nome sugere as artistas selecionadas serão necessariamente do gênero feminino que se identificam com a musicalidade Bantu e com a fusão de instrumentos tradicionais africanos e modernos ocidentais.”
Lais Volpe, co-idealizadora e produtora executiva do VASIKATE

EN | FR

NEWSLETTER FUTUROS CRIATIVOS

Subscreva a Newsletter Futuros Criativos

Utilização de acordo com a nossa Política de Privacidade.