Saltar para o conteúdo

Artistas angolano e moçambicano recebem “Seed Awards” do Prince Claus

18 de Novembro de 2021

O prémio "Seed Awards" do fundo holandês Prince Claus é atribuído anualmente a artistas e profissionais da cultura nos primeiros cincos anos de carreira. 

O prémio “Seed Awards” do fundo holandês Prince Claus é atribuído anualmente a artistas e profissionais da cultura nos primeiros cincos anos de carreira.

Em 2021, o artista moçambicano Yuck Miranda e o angolado Luamba Muinga receberam este prémio, que galardoa artistas emergentes cujo trabalho aborda questões sociais e/ou políticas. Para além da recompensa monetária, o Prince Claus oferece apoio técnico e mentoria, permitindo aos artistas explorar novas perspectivas.

Yuck Miranda é um actor moçambicano. Em 2017, participou no projecto AfriQueer em Moçambique e na África do Sul. Em 2019, apresentou a sua perfomance “Zita” sobre uma mulher transgénero do norte de Moçambique. Desde o início da pandemia, o seu trabalho tem-se centrado muito na arte queer africana.

O artista Luamba Muinga foi o primeiro angolano a receber este prémio. Luamba Muinga é curador, produtor e crítico cultural. É co-autor do livro “Are we not makers of history”, em conjunto com a curadora moçambicana Sara Carneiro. Coordena actualmente o LabCC – Laboratório de Crítica e Curadoria, uma plataforma para jovens curadores e críticos de arte em Luanda.