Saltar para o conteúdo

Associação Cultural Mombak abre portas e dinamiza cursos nos domínios das artes

15 de Setembro de 2020

Mombak, que significa despertar em tupi, é o nome do novo espaço cultural em Lisboa que pretende promover o pensamento crítico e o diálogo.

O espaço cultural, fundado pela editora brasileira Mombak, pretende fomentar o diálogo e o debate entre profissionais nacionais e internacionais de diversos domínios da produção cultural. De acordo com a sua diretora, Mirna Queiroz a Mombak  “abarcará a representação de ideias em suas mais variadas expressões artísticas, repercutindo o património cultural e intelectual português ao mesmo tempo que se insere num contexto global. O objetivo é refletir sobre o contemporâneo — criando novas rotas de percepção de questões que atravessam séculos e permanecem abertas, com diferentes contornos, e as que surgem agora e já se tornam prementes. Busca ainda promover uma relação crítica do sujeito com o mundo à sua volta e recuperar o diálogo entre diferentes segmentos da sociedade.”

A partir de Setembro a Associação Cultural Mombak dinamizará cursos presenciais e online de jornalismo, pensamento crítico, escrita criativa, filosofia e artes visuais, com as jornalistas portuguesas Joana Gorjão Henriques, Susana Moreira Marques e Isabel Nery, o filósofo irlandês Bartholomew Ryan e o antropólogo, designer gráfico Manuel João Ramos e o músico João Erbetta. As inscrições para os cursos podem ser realizadas em www.revistapessoa.com/cursos.