Saltar para o conteúdo

Cineasta Flora Gomes distinguido pela Universidade de Harvard com o Prémio McMillan-Stewart

7 de Junho de 2021

O Film Study Center, da Universidade de Harvard, premiou o cineasta guineense Flora Gomes com o Prémio McMillan-Stewart de Distinção em Cinema de 2021.

O Prémio McMillan-Stewart de Distinção em Cinema foi criado pelo Film Study Center em 1997 e destina-se a apoiar cineastas excepcionais, com um particular enfoque em cineastas africanos. O júri do comité McMillan-Stewart, composto por especialistas em cinema africano internos e externos à Universidade, académicos, curadores e cineastas, elogiam a criatividade formal e narrativa, a invenção e a intervenção política do trabalho de Flora Gomes. Os filmes do cineasta irão ser exibidos, em 2022, no Harvard Film Archive.

A sua longa-metragem mais recente, “A República di Mininus”, de 2013, retrata um país em guerra, onde os adultos desaparecem e as crianças são deixadas à sua sorte. “A República di Mininus” é um lugar onde as crianças ocupam os cargos de médicos, políticos, patrão e empregado. A paz instituída pelas crianças nesta nova sociedade termina quando as crianças-soldado chegam. As crianças são então postas à prova: ou se aceitam umas às outras como grupo ou terão de partir para um mundo sem esperança.