Saltar para o conteúdo

EUROPA OXALÁ: Exposição reúne obras de artistas nascidos e criados num contexto pós-colonial

13 de Abril de 2022


A exposição apresenta cerca de 60 obras de 21 artistas cujas origens familiares se situam nas antigas colónias em África. Patente na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, até 22 Agosto 2022.

Nascidos e criados num contexto pós-colonial, são artistas cujas obras se tornaram incontornáveis na arte contemporânea europeia, propondo uma reflexão sobre as suas heranças, as suas memórias e as suas identidades.

Os pais e avós dos vinte e um artistas presentes na exposição nasceram e viveram em Angola, no Congo, no Benim, na Guiné, na Argélia, em Madagáscar; dos seus antepassados, estes artistas herdaram memórias que lhes chegam de forma difusa no seio da família e de grupos de amigos e que não são só vozes, sons e gestos, mas também imagens e recordações das suas culturas de origem, pontos de partida para um importante trabalho de investigação nos arquivos históricos, familiares e institucionais.

As suas produções artísticas alimentam uma reflexão original sobre o racismo, a descolonização das artes, o estatuto da mulher na sociedade contemporânea ou ainda a desconstrução do pensamento colonial.

Saiba mais aqui.

NEWSLETTER FUTUROS CRIATIVOS

Subscreva a Newsletter Futuros Criativos

Utilização de acordo com a nossa Política de Privacidade.