Saltar para o conteúdo

Moçambique: Programas financiados pela União Europeia PROCULTURA PALOP-TL e ACP-EU Culture participaram no Festival Internacional de Dança Contemporânea – KINANI

21 de Dezembro de 2023

Dois programas financiados pela União Europeia no sector cultural, PROCULTURA PALOP-TL e ACP-EU Culture, apoiaram a participação de cinco artistas no Festival Internacional de Dança Contemporânea KINANI, que teve lugar em Maputo, Moçambique, de 20 a 26 de novembro de 2023. Este ano, o festival acolheu também a 17.ª edição da 'Biennale de Danse en Afrique'.

Os programas da União Europeia organizaram conjuntamente um painel de discussão sobre o tema “Dançar em África: Mobilidade Internacional, Formação e Parcerias”. Os artistas Bibiana Figueiredo, luso-angolana residente em São Tomé e Príncipe, Bruno Amarante (Djam Neguin) de Cabo Verde, e Osvaldo Passirivo, moçambicano, beneficiários do PROCULTURA, mais Khodia Touré, senegalesa e Taurai Moyo, do Zimbabué, beneficiários do ACP-EU Culture, partilharam as suas experiências promovendo o diálogo e a reflexão sobre os desafios atuais enfrentados pelos profissionais da dança e da coreografia em África. A discussão foi conduzida pela especialista e curadora polaca Julia Asperska*. Além disso, os artistas tiveram a oportunidade de participar em todas as atividades do festival, promovendo a internacionalização do seu trabalho** e ao mesmo tempo estabelecendo ligações com outros artistas e instituições do sector da dança.

O KINANI é uma bienal internacional criada em 2005 em Maputo, Moçambique, que figura entre os principais eventos de dança contemporânea do continente africano. É conhecido pela consistente inovação, mobilizando um público cada vez mais amplo. Este ano, o festival acolhe a ‘Biennale de Danse en Afrique’, o maior evento de dança no continente, que reúne personalidades internacionais de destaque no sector. Estes artistas representam vários países unidos pelo desejo de desenvolver a dança contemporânea em África.

A participação conjunta do PROCULTURA e do ACP-EU Culture representou uma oportunidade única para fomentar ligações internacionais entre bailarinos, coreógrafos, produtores e outros profissionais da dança. Serviu também para sublinhar a relevância dos dois programas financiados pela União Europeia, das suas ações, projetos e dos artistas.

Conheça o programa e os participantes aqui.

O Programa Cultura ACP-UE é um projecto financiado pela UE e implementado pela Organização dos Estados de África, das Caraíbas e do Pacífico (OEACP). Com um orçamento de 40 milhões de euros para o período 2019-2024, o seu objectivo é estimular o potencial do sector cultural e criativo e a sua contribuição para o desenvolvimento socio-económico dos países ACP. Para mais informações, visite www.acp-ue-culture.eu

O PROCULTURA é um projeto financiado pela União Europeia, que é gerido e cofinanciado pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e conta também com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian. Dispõe de um orçamento de 19 milhões de euros e tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste.

NEWSLETTER FUTUROS CRIATIVOS

Subscreva a Newsletter Futuros Criativos