Saltar para o conteúdo

Moçambique: Projeto Resistência e Afirmação Cultural lança plataforma digital para arquivo de artes performativas dos PALOP e Timor-Leste

  • lançamento

14 de Dezembro de 2023

Realizou-se o lançamento do website "CASA" criado pelo projeto "Resistência e Afirmação Cultural", no âmbito do PROCULTURA.

Realizou-se no passado dia 8, em Moçambique, o lançamento do website “CASA” criado pelo projeto “Resistência e Afirmação Cultural”, no âmbito do PROCULTURA.

A plataforma digital pretende ser uma biblioteca virtual das artes performativas dos sete países envolvidos no projeto Resistência e Afirmação Cultural, uma iniciativa internacional e interdisciplinar que visa realizar investigações e recriações de manifestações artísticas que ocorreram durante o processo de libertação colonial nos países africanos de língua oficial portuguesa (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) e em Timor Leste, bem como durante as lutas em Portugal.

Na cerimónia estiveram presentes a Ministra da Cultura e Turismo, Edelvina Materula, para quem o site é uma montra de intercâmbio entre comunidades artísticas, para o consumo da criação das artes de diversas nações e identidades e Patrícia Pincarilho, Conselheira para a Cooperação e Diretora do CPC – Camões, I.P. em Maputo, que vê esta iniciativa como um reforço ao compromisso da cooperação portuguesa em Moçambique na produção e internacionalização das artes performativas.

Visite aqui a nova plataforma: https://casaresistenciaefirmacaocultural.com/biblioteca/

 

O PROCULTURA é um projeto financiado pela União Europeia, que é gerido e cofinanciado pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e conta também com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian. Dispõe de um orçamento de 19 milhões de euros e tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste.

NEWSLETTER FUTUROS CRIATIVOS

Subscreva a Newsletter Futuros Criativos