Saltar para o conteúdo

PROCULTURA forma 30 profissionais em empreendedorismo cultural em São Tomé e Príncipe

7 de Agosto de 2020

O curso foi implementado pela Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo, em parceria com o Camões, I.P.

Terminou no dia 3 de agosto, em São Tomé e Príncipe, a 1ª edição do Curso de Empreendedorismo Cultural e Fontes de Financiamento, implementado pela Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID) em parceria com o Camões, I.P., que assegurou a formação de 30 gestores e empreendedores.

Durante duas semanas, os participantes puderam conhecer os financiamentos disponíveis para o empreendedorismo na área da cultura, aplicar metodologias de elaboração de projeto, planeamento estratégico e desenvolvimento de modelos de negócio em contextos locais, criação de marca, marketing e comunicação.

O curso terá duas edições em todos os países (PALOP e Timor-Leste) que integram o PROCULTURA, tendo como meta reforçar competências de pelo menos 420 profissionais da cultura.

Estiveram presentes no encerramento a Ministra do Turismo, Cultura, Comércio e Indústria de São Tomé e Príncipe, o Embaixador de Portugal, o Embaixador de Espanha no Gabão e representante da União Europeia em São Tomé e Príncipe.

O PROCULTURA é um projeto financiado pela União Europeia, cofinanciado e gerido pelo Camões, I.P. e cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem por objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste, com um orçamento de 19 milhões de euros