Saltar para o conteúdo

PROCULTURA dinamiza 1º Curso de Literatura e Pedagogia infanto-juvenil, na FAED

  • Cabo Verde

18 de Novembro de 2019

Primeira edição do Curso de Literatura e Pedagogia infanto-juvenil é financiada pelo projeto PROCULTURA PALOP-TL.

No âmbito do projeto da União Europeia PROCULTURA, teve lugar no dia 14 de novembro de 2019, na Faculdade de Educação e Desporto (FaED) da Assomada, a abertura da primeira edição do Curso de Literatura e Pedagogia infanto-juvenil. Estiveram presentes na sessão de abertura, representantes da FaED da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), da Delegação da União Europeia (DUE) em Cabo Verde e do Camões, I.P.

Em Cabo Verde, a primeira edição do curso será associada à unidade curricular Didática da Literatura da Licenciatura em Educação Básica, estando ainda previstas outras edições nas cidades da Praia e do Mindelo. Hulda Costa, responsável pela unidade curricular, confirma que “esta formação coincide totalmente com as nossas mais profundas necessidades académicas e desejo de evolução no conhecimento da língua e literatura (…). O entusiasmo e vitalidade da equipa do PROCULTURA inspira-nos e promove em nós um maior desejo de participação e casamento de ideias”.

Esta ação tem como objetivo formar 480 educadores de infância e professores do ensino básico na utilização da literatura como recurso de ensino-aprendizagem, nos PALOP e Timor-Leste, para estímulo da leitura em idade precoce e criação de novos leitores. “A cultura cria pontes entre as pessoas, especialmente entre os mais jovens, por isso a educação e a cultura andam sempre de mãos dadas (…) Este novo programa da UE, PROCULTURA PALOP-TL, tem por objetivo contribuir para aumentar o emprego e criar atividades geradoras de rendimento, em particular no sector cultural, através de uma abordagem regional contribuindo desta forma para concretizar a estratégia de Aliança África-Europa para investimentos e empregos sustentáveis”, referiu a representante da DUE em Cabo Verde, Catarina Jesus.

PROCULTURA é uma Ação do Programa Indicativo Multianual PALOP – Timor-Leste e União Europeia, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P. e cofinanciada também pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem por objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste, com um orçamento de 19 milhões de euros.