Saltar para o conteúdo

UNA –​ União Negra das Artes surge para elevar a criação artística negra em Portugal

12 de Agosto de 2021

A UNA - União Negra das Artes, constituída "no seio da luta antirracista em Portugal", reúne profissionais da cultura, com o objectivo de combater assimetrias, "defender interesses específicos da negritude no setor" e lançou um "automapeamento" no 'site' recém-aberto à comunidade.

A associação UNA – União Negra das Artes formou-se em Abril, com o objectivo de promover, elevar e fortalecer a representatividade negra no campo artístico, assim como o reconhecimento e a valorização do património imaterial da população negra em Portugal.

A associação revela que a sua ideia é “defender os interesses específicos da negritude no sector cultural, tendo em conta as continuidades históricas do racismo colonial que, até hoje, mantém assimetrias profundas que dificultam a criação, a fruição, o acesso, a produção, a programação e, consequentemente, a representatividade negra no sector artístico em Portugal”.

A associação é composta por uma equipa diversificada de 35 pessoas, que desenvolvem o seu trabalho no setor cultural em vertentes artísticas abrangentes, enquanto artistas, mas também nas áreas da gestão cultural, agenciamento, curadoria, programação, investigação e arte-educação.

A UNA tem ainda o propósito de desencadear um auto-mapeamento dos artistas e das pessoas negras que trabalham na cultura em Portugal, convidando-as a associarem-se à organização. Pretende-se desta forma que sejam reunidos cada vez mais contributos para a elaboração de políticas de reparação e medidas de acção afirmativa no sector cultural, em articulação com artistas, movimentos sociais, entidades públicas e privadas.

Facebook / Instagram