Saltar para o conteúdo

Muze Abdala

O ofício da ourivesaria: uma herança de gerações

Muze Abdala e os três filhos produzem jóias em prata e ouro, preservando uma tradição que se mantém na família há 40 anos

The craft of jewellery has been in the family for two generations. Muze Adbala and his three sons produce jewellery in silver and gold. Their family business prizes the cultural and historical heritage of Mozambique.

Muze Abdala, pai, morava em Matibane, em Mossuril, do lado do continente. Foi lá que, há cerca de 40 anos, um senhor indiano, Imadilali Kinju, lhe ensinou o ofício da ourivesaria. Naquela época havia mais matéria-prima (moedas antigas) e mais clientes. Foi ensinando o ofício aos filhos e sobrinhos. Hoje são cinco (3 filhos, um funcionário e ele). Quando Imadilali Kinji foi embora da ilha de Moçambique, deixou-lhe praticamente todo o material e utensílios de trabalho, bem como as formas de pulseiras, colares, brincos, anéis, etc.

Em 2018, o ourives Muze Abdala e os filhos eram dos poucos que mantinham o trabalho artesanal, produzindo jóias em prata e ouro, como anéis, alianças, pulseiras, brincos, pendentes e braceletes. Produzem igualmente aplicações e adornos em prata para isqueiros. Os moldes utilizados são originários da Índia e seus produtos vendidos em feiras, mercados e na loja Missanga da Nina.

Os ourives valorizam a boa qualidade do trabalho bem como a responsabilidade de levar o tempo que for necessário para criar uma peça. Muze Abdala e os seus filhos possuem um nível de instrução baixo. Relativamente ao exercício da profissão, queixam-se da falta de matéria-prima bem como da ausência de apoios do Estado e da escassez de clientes.

O ofício, que passou do pai para os filhos, representa uma forma de valorização do património histórico, cultural e natural moçambicano.