Saltar para o conteúdo

Instituto Francês apoia a mobilidade de artistas africanos

11 de Setembro de 2020

Pode candidatar-se até Agosto de 2021.

O fundo de mobilidade dinamizado pelo Instituto Francês apoia a mobilidade de artistas residentes nas Ilhas Comores, Madagáscar, Maurícias, Reunião, Seicheles, Tanzânia, Quénia e Moçambique.

Os beneficiários terão as despesas de deslocação (até 1500 euros) garantidas.

As áreas abrangidas por esta bolsa são a arquitectura, o urbanismo, a arte de rua, as artes visuais, a banda desenhada, o cinema, o circo, a dança, o design, os jogos de vídeo, a moda, o património, o teatro, entre outros.

As candidaturas decorrerão de 24 de Agosto de 2020 até 24 de Agosto de 2021.

Pode consultar mais informação acedendo a esta página.