Saltar para o conteúdo

Oficina de dramaturgia em São Tomé

3 de Maio de 2022


Inscrições abertas até 5 de maio para uma oficina de escrita de textos para teatro a decorrer entre 9 e 13 de Maio em São Tomé e Príncipe.

O escritor guineense Abdulai Sila dirige em São Tomé, entre 9 e 13 de maio, uma oficina de escrita de textos para teatro. A formação terá lugar no Centro Cultural Português e faz parte do Laboratório Teatral, uma das acções do projecto RECITE, organizado pelo Ministério do Turismo e Cultura de São Tomé e Príncipe, com o financiamento do PROCULTURA.

A oficina destina-se a membros de grupos de teatro e ao público em geral (maiores de 16 anos) e decorre em horário pós-laboral (segunda a sexta-feira, entre as 17h30 e as 21h30).

A inscrição é gratuita mas limitada a um máximo de 15 participantes, devendo ser feita, até ao dia 5 de Maio, através do e-mail: recite.palop@gmail.com.

O programa da acção de formação, que contempla uma parte prática, inclui a apresentação e a discussão de conceitos como “literatura”, “géneros literários”, “teatro”, “drama”, “dramaturgia”, “personagem”, “protagonista” e “antagonista”, entre outros.

A partilha da experiência do escritor e dramaturgo guineense Abdulai Sila permitirá ainda dotar os participantes de ferramentas para reflectirem sobre os seus próprios processos de criação, em torno de questões como “O que escrever?” e “Como escrever?” e da análise de um conjunto de técnicas e modelos de escrita para teatro.

Sobre Abdulai Sila

Abdulai Sila nasceu em Catió, sul da Guiné-Bissau. Gestor de empresas e engenheiro electrotécnico de formação, atualmente combina o trabalho de editor, escritor e consultor no domínio das TIC com o de apoio a organizações sem fins lucrativos (associações juvenis, associações de pessoas portadoras de deficiência). Investigador Sénior Associado (Senior Visiting Fellow, 2005) da University of Maryland (EUA), é também desde 2011 Embaixador Regional (Regional Botschafter) da Technische Universitaet Dresden (Alemanha).

Para além de outras funções honoríficas a nível cultural, académico e desportivo, foi Presidente da Associação de Escritores da Guiné-Bissau (2013 – 2017) e do Centro PEN da Guiné-Bissau (desde 2018), instituições de que é co-fundador.

 

Após começar a sua carreira literária como romancista, a sua obra transitou para outros géneros, tendo publicado romances e peças de teatro em países como a França, Brasil, Portugal, Itália, Reino Unido e Alemanha. É igualmente autor de artigos cientificos nos domínios da energia, transferência de tecnologia e informática, publicados no país e no estrangeiro.

O seu envolvimento na promoção da literatura e da literacia quer como autor, editor ou simples ativista tem merecido um reconhecimento crescente, tanto dentro como fora do país. Em 2013 foi condecorado pelo Estado francês, que o nomeou Chevalier de l’Ordre des Arts et des Lettres.

É autor, entre outras, das peças “As Orações de Mansata”, “Dois tiros e uma gargalhada” e “Deih”, esta recentemente estreada na capital guineense.

O projecto RECITE

O projecto RECITE – Rede de Centros de Intercâmbio Teatral nos Países de Língua Portuguesa é uma parceria entre o Ministério do Turismo e Cultura de São Tomé e Príncipe e a AEGUI – Associação de Escritores da Guiné-Bissau.

Com a duração de 30 meses (janeiro de 2022 a junho de 2024), o projecto tem com objectivo geral consolidar e profissionalizar a acção dos Centros de Intercâmbio Teatral (CIT) de São Tomé e Príncipe e da Guiné-Bissau, enquanto pólos de formação, criação, produção, difusão, investigação e documentação teatral.

O projecto RECITE é executado no âmbito do PROCULTURA, acção do programa PALOP-TL e UE, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P.

NEWSLETTER FUTUROS CRIATIVOS

Subscreva a Newsletter Futuros Criativos

Utilização de acordo com a nossa Política de Privacidade.